Sobre “Os botões de Napoleão”

Supõe-se que uma das causas da derrota de Napoleão Bonaparte em sua tentativa de conquista da Rússia foi o material utilizado para fabricar os botões dos casacos e das calças de seus soldados. O estanho é um metal que não se oxida facilmente e é resistente à corrosão. No tenebroso inverno russo, contudo, o estanho se esfarela e lá vai o soldado napoleônico apertando seu casaco com as mãos ou segurando as suas calças …

Enfim, como observaram os autores do livro “Os botões de Napoleão”, esta história é mera especulação. Ela ilusta, todavia, como certas substâncias são primordiais para que alguns fatos aconteçam de um jeito e não de outro, alterando o curso da história.

Escrito por Penny Le Couteur e Jay Burreson, traduzido por Maria Luiza X. de A. Borges e lançado no Brasil pela Editora Jorge Zahar, o livro traz o impacto que 17 moléculas trouxeram para a História: piperina, ácido ascórbico, trinitrotolueno (vulgo TNT), nicotina e outras.

É raro encontrar um livro de divulgação científica que traga alguma notação como fórmulas matemáticas e representações de moléculas. Em geral, imagina-se que o leitor não compreenderia, até rejeitaria a leitura de um livro que poderia trazer a equação de uma reta ou mesmo uma mera porcentagem. Das duas, uma: imagina-se que o leitor não viu isto em seu curso fundamental ou ficou traumatizado com as suas notas em matemática, física ou química. Aliás, existe um outro livro bastante interessante, denominado “Innumeracy”, de John Allen Paulos. Equívocos como “se o pãozinho aumentou o seu preço em 1%, 10 pãezinhos passaram a custar 10% a mais” são exemplos de analfabetismo matemático (uma tradução para o termo “innumeracy”). Mas isto será assunto para outro post.

Em tempo: os autores do livro são Penny Le Couteur e Jay Burreson, a editora é a JZE.

Sobre insilicium

Tenho formação em Exatas, basicamente em Física. Atuo no ramo de TI e busco trabalhar com ciência. Não dispenso a arte, seja visual ou sonora.

Publicado em fevereiro 8, 2007, em ciência, literatura. Adicione o link aos favoritos. 5 Comentários.

  1. Eu gostaria que vocês falassem um pouco mais da introdução do livro “os botões de Napoleão”.Pois assim iria ajudar muito na escolha da compra do livro.

  2. Gosto da maneira como a química e história se interligam no livro.Os autores mostraram a diferença que faz um simples “botão”(moléculas) nos fatos que marcaram a história e que resultaram no que somos hoje, a nível de mundo.
    O livro é extremamente aconselhável pra quem gosta da química (como eu), ou para quem não gosta descobrir sua importância, também envolve muito a história, e com certeza você não precisa ser especialista em química para compreendê-lo.
    É uma leitura fascinante e rica de conhecimentos necessários ao nosso dia-a-dia, já que sempre nos deparamos com receitas de supostos medicamentos naturais e que são abordados no livro, muitas vezes mostrando o que é mito e o que é comprovado.

  3. Qual o nome do autor do livro “Os botoes de Napoleão”

  4. creio que todas as informações desejadas sobre o livro estão em

    http://www.zahar.com.br/catalogo_detalhe.asp?id=0912&ORDEM=1

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: